História de Los Angeles

História de Los Angeles

Conheça o passado de Los Angeles e descubra como se tornou uma das maiores e mais importantes cidades dos Estados Unidos.

A chegada dos espanhóis

Antes da chegada dos espanhóis, a zona onde está a cidade de Los Angeles era habitada por mais de trinta tribos indígenas, às quais os espanhóis deram o nome genérico de "índios apaches navajos".

O primeiro espanhol em chegar à zona de Los Angeles, a chamada Alta Califórnia, foi Juan Rodríguez Cabrillo, que a reclamou para a Coroa de Castilha em 6 de outubro de 1542. Alguns historiadores outorgam esse privilégio a outro espanhol chamado Fernando de Alarcón.

A chamada Alta Califórnia é a que pertence aos Estados Unidos, enquanto a Baixa Califórnia pertence hoje ao México.

A zona foi sendo povoada com a instalação das famosas missões dos Jesuítas em ambas as Califórnias.

Em 1767, o rei Carlos III da Espanha ordena a expulsão dos jesuítas dos seus domínios.

Dois anos depois, em 2 de agosto de 1769, uma expedição dirigida por Gaspar de Portolá, que estava acompanhado do monge franciscano Juan Crespi, chegou em Alta Califórnia com o propósito de expulsar os jesuítas de suas missões e colocar monges franciscanos no seu lugar.

Em agosto de 1771, o franciscano frei Junípero Serra mandou construir a Missão de São Gabriel Arcanjo, dentro do que é hoje a área metropolitana de Los Angeles.

Em 4 de setembro de 1781, o governador Felipe de Neve inaugurou o primeiro assentamento com alguns espanhóis, índios e escravos, grupo ao qual chamou “O Povo de Nossa Senhora da Rainha dos Anjos de Porciúncula”, em homenagem à Ordem franciscana.

Los Angeles foi uma cidade espanhola até 1821, ano em que o México se tornou independente da Coroa espanhola e toda Califórnia ficou sob controle da recém-criada nação mexicana.

Em 1839, Los Angeles se tornou a capital da Califórnia.

Em 1846, o americano John C. Fremont arrebatou Los Angeles dos mexicanos e, dois anos depois, pelo Tratado de Guadalupe Hidalgo, tratado de paz assinado em 1848 que colocou fim à guerra México- Estados Unidos, a Alta Califórnia passou a ser definitivamente parte dos Estados Unidos.

Ouro, trem e petróleo

Em 1848 houve o descobrimento de ouro no vale de Coloma por James W. Marshall, que desatou a febre do ouro na Califórnia, sendo Los Angeles uma das cidades mais favorecidas, dando início a um período de rápido crescimento.

Em 1850, deixou de ser um povoado e passou à categoria de cidade.

Em 1876, chegou a Los Angeles a linha de trem Southern Pacific e em 1885 chegou a Santa Fe, propiciando uma aceleração em sua prosperidade, o que também contribuiu para o desenvolvimento da plantação de laranja.

Em 1890, teve início a extração de petróleo na Califórnia.

O século XX. A Meca do cinema

O grande incremento de população da cidade de Los Angeles depois da chegada do trem e do descobrimento de petróleo trouxe o problema da escassez de água. Para solucioná-lo, a cidade de Los Angeles decidiu construir um aqueduto no rio Owens e as obras começaram em 1908, dando lugar à conhecida “Guerra da Água da Califórnia”.

Apesar da polêmica, o aqueduto foi inaugurado em novembro de 1913. Na década de 1960, ante à nova falta de água, foi construído um novo aqueduto.

A partir de 1920, a instalação de vários estúdios cinematográficos em Hollywood, atualmente seu bairro mais conhecido, fez com que Los Angeles se tornasse a capital do cinema.

Durante a Segunda Guerra Mundial, Los Angeles se tornou o centro da indústria aeronáutica americana.

Em 1932 e 1984, a cidade foi a sede dos Jogos Olímpicos.

Em 1968, Robert Keneddy foi assassinado em Los Angeles.

Los Angeles é uma das cidades com mais diversidade étnica dos Estados Unidos, o que faz com os conflitos raciais tenham se manifestado com mais intensidade que em outras cidades. Durante as décadas de 1960 e 1970, a cidade vive diversos distúrbios raciais e revoltas. Em 1992, depois do caso “Rodney King”, sofreu o conflito racional mais grave que acabou com a vida de quase 60 pessoas.

A cidade está construída sobre a Falha de San André, o que provoca sismos com frequência. Em 1994 aconteceu o terremoto de Nothridge, um bairro de Los Angeles, que deixou 72 mortos.

Los Angeles na atualidade

Hoje em dia a cidade de Los Angeles é a mais importante da Califórnia. É uma cidade muito grande e a segunda maior aglomeração dos Estados Unidos depois de Nova York, com mais de 17 milhões de habitantes, que vivem principalmente da indústria aeronáutica, do cinema e do turismo.

Los Angeles é um grande destino turístico internacional com tudo que um turista pode querer: praias de cinema como as Santa Monica, Malibu, Venice Beach ou Long Beach; estações invernais a uma hora de distância, como Mountain High ou Mount Baldy; uma inesgotável oferta noturna e sua proximidade a Las Vegas.

Los Angeles é uma cidade com diversas construções com aspecto colonial espanhol e no escudo da cidade estão dos símbolos de Castilla y León.